Contratura Capsular em Implante Mamário

Dentre as complicações ao uso de implantes, a mais comum é a Contratura Capsular

A contratura capsular consiste em um endurecimento, inflamação e contração da cápsula fibrosa que envolve a prótese. Pode levar a deformidades visuais, alterações na textura ao toque das mamas e, em alguns casos, dores locais.

A contratura tem sido um dos principais  motivos que levam minhas pacientes ao Explante de Silicone.

Ao pensar no aumento mamário com próteses e antes de se decidir pelo procedimento, saiba quais os riscos e benefícios desta cirurgia.

Graus de Contratura

Podemos classificar a contratura por graus bem como para cada grau existe um procedimento ou tratamento indicado. 

Nas contraturas grau 3 e 4 o tratamento geralmente é cirúrgico: seja a troca do implante, seja o explante. Importante saber que a troca do implante não garante que uma nova contratura não possa ocorrer, uma vez que são diversos fatores envolvidos no desenvolvimento da contratura capsular.

É fundamental o acompanhamento periódico das mamas com próteses, através de consultas regulares com seu cirurgião plástico, exames de rotina como a mamografia e/ou ecografia, em determinados casos, até mesmo a realização de ressonância magnética das mamas.

Quando há o desejo do explante, precisa-se ponderar a respeito dos resultados possíveis a serem atingidos. Uma mama sem prótese tem um aspecto mais natural, com o colo menos marcado e mais macia ao toque.

É possível realizar uma cirurgia plástica mamária sem próteses e ter um bom resultado estético? A resposta é sim, porém durante a consulta com seu cirurgião plástico é importante definir as expectativas com relação ao procedimento.

Ficou alguma dúvida a respeito de Contratura Capsular? Comente aqui e deixe sua pergunta!

Grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »